quarta-feira, 24 de junho de 2015

Presença

Para que serve ficar longe de alguém que se ama?

Serve pra medir a força do laço, a medida do querer.

Reconhecer-se na ausência ou, mais que isso, perceber que ausência e presença se encontram e se diluem numa só palavra, existência.

Talvez sirva pra isso, afinal, ver-se obrigado a estar longe: redescobrir que a pessoa existe. Existe num lado vazio da cama, numa música, em cada lembrança que vai se reavivando, memória colorindo-se uma vez mais.

Te amo.

(À Jessica)