sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Dia dos amantes


Diariamente ouço por no máximo cinco minutos (o tempo que levo de casa ao trabalho) o comecinho de um programa de rádio pra lá de besta, em que o apresentador, nesse bate-papo inicial, diz, entre outras banalidades, o que se "comemora" no presente dia.

Ontem, 22 de setembro, foi o dia dos amantes (bom, segundo informações do dito programa, também foi o dia da banana, mas sobre esta infelizmente não tenho muito o que discorrer).

Assim que o apresentador citou a tal amável data, o seu auxiliar lançou uma pertinente pergunta: peraí, esse dia se refere a todos aqueles que se amam ou só àqueles que mantêm uma relação fora do casamento? Eles, que não sabiam a resposta, brincaram um pouco mais com a situação e logo mudaram de assunto, mas eu, que tampouco sei a quem o inventor dessa data quis se dirigir (se somente aos que gostam de pular a cerca ou se a todos que têm a quem amar), pensei: quer saber? Tomara que se refira ao dia dos amantes – no sentido mais malicioso da palavra, quero dizer.

Porque nosso noticiário já anda excessivamente sério, carrancudo, atravancado de manchetes tristes e iguais: é assassinato pra lá, assalto pra cá, terremoto aculá... Ei! Será que não dá pra gente, uma vezinha apenas, dar uma maneirada, um toque de bom-humor a esse mundo sisudo que parece não achar graça em nada?

O dia dos amantes talvez tenha sido criado somente com este propósito, no fim das contas: dar mais graça, mais sensualidade à nossa rotina, fazer vibrar o nosso senso de humor. Sem julgamentos morais. Só uma louvável tentativa de nos fazer sorrir.

Aliás, pensando aqui sobre esse tema, me veio à cabeça: sabe o que muitos casais precisam, essencialmente? Ser um pouco mais leves – conversar mais sobre bobagens e menos sobre trabalho, lembrar mais de sair juntos do que de pagar a conta de telefone, relevar mais do que cobrar, tentar achar mais beleza do que problemas na vida a dois. Necessitam, em suma, de ser um pouco mais... amantes – palavra que, embora designe também essa picante relação secreta, em seu íntimo só quer se referir a todos que se amam, isto sim o mais importante.

Feliz dia dos amantes.


Frase do dia:
"(...)
Quando o samba começava você era a mais brilhante
E se a gente se cansava você só seguia adiante
Hoje a gente anda distante do calor do seu gingado
Você só dá chá dançante onde eu não sou convidado
(...)"
Chico Buarque

Nenhum comentário:

Postar um comentário